Inicial    |    Institucional    |    Equipe    |    Projetos Permanentes    |   Nossos Espaços    |    Fale Conosco


Campinas,  de 2012

Cinema África na Estação Guanabara

  Dia 21/11, 15h00

  • Filme: O Grande bazar

  • Diretor: Licinio de Azevedo

  • Idioma: Português, País: Moçambique, Ano: 2006

  • Tempo de duração: 56 min.

  • Sinopse: Dois meninos, Paíto e Xano, encontram-se em um mercado na capital moçambicana, Maputo. Juntos partilham uma amizade e uma realidade comum. A experiência de viver em um mercado apresenta-se como um dilema para ambos os amigos, que buscam formas diferenciadas para enfrentar os desafios. O filme mostra as minúcias do cotidiano em uma cidade no sul da África.

 

 

 

Dia 22/11, 19h00

  • Filme: Tsotsi (Infância roubada)

  • Diretor: Gavin Hood

  • Idioma: Zulu/Xhosa/Afrikaans, País: África do Sul /Inglaterra, Ano: 2005

  • Tempo de duração: 94 min.

  • Sinopse: Tsotsi é o apelido de um jovem que vive região popular de Soweto, na África do Sul. Ao passar por uma infância violenta em uma sociedade marginalizada, Tsotsi encontra-se sem opções de sobrevivência. Um dia, ao fugir de uma briga de bar, Tsotsi tenta roubar um carro na área rica da cidade quando percebe que no banco de trás há um bebê. Frente ao desespero, o jovem leva o bebê consigo.

 

 

 

 

Dia 23/11, 15hs

  • Filme: O Herói

  • Diretor: Zezé Gamboa

  • Idioma: Português, País: Angola, Ano: 2004

  • Tempo de duração: 97 min.

  • Sinopse: Depois de algumas décadas de guerra, Luanda tornou-se uma cidade cheia problemas sociais. À procura de um emprego, visto como um passaporte indispensável para renascer na vida civil da capital angolana, Vitório é mais um herói entre milhares de pessoas, para quem a sobrevivência se tornou a principal busca em um país dilacerado pela guerra. O filme retrata os dilemas vividos por um ex-soldado que perdeu uma das pernas no campo de batalha e tenta reencontrar sua identidade em uma sociedade onde as relações familiares foram tragicamente esgarçadas.

 

Após as apresentações, roda de conversa com:

 

  • Marcos Vinícius Santos Dias Coelho,  doutorando em História Social da África, UNICAMP.
  • Vinebaldo Aleixo de Souza Filho, prof. de Sociologia e mestrado em Sociologia pela Unicamp/2012.
  • Fernanda Thomaz, doutora em História da África, Univ. Federal Fluminense.

 

Parceria:  CISGuanabara (Projeto Trilhos Sociais) e Casa das Áfricas

 

                   “A atividade insere-se nas comemorações do dia da consciência negra – 20 de novembro de 2012”

 

 

Melhor visualizado com resolução 1280X1024

© 2012 - Cis Guanabara / Preac / Unicamp