Inicial    |    Institucional    |    Equipe    |    Projetos Permanentes    |   Nossos Espaços    |    Fale Conosco


Campinas,  de 2017

Jovens dançarinos celebram o Dia Internacional da Síndrome de Down no CISGuanabara
 

Alunos da Cia. Humaniza realizam aula aberta no CIS Guanabara neste sábado (25/03), em virtude do Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado em 21 de março. Coordenados pela bailarina e professora Keyla Ferrari, jovens mostram que a síndrome nunca foi um impeditivo para a vida social. Mais que incluir, os projetos iniciados pela bailarina há 15 anos estimulam a vivência no mundo das artes tanto para os jovens quanto para bailarinas sobre cadeiras de rodas.
Coreografias criadas a partir das músicas Sentimentos (versão em português de A bela e a fera), Somewhere Only We Know (O Pequeno Príncipe), Carinhoso e O que é o amor promovem a integração entre alunos, mães e pessoas da comunidade que atuam como monitores. “Este tipo de trabalho contribui muito para a comunicação, interação, afetividade, postura, sensibilidade e até para eles mostrarem seus talentos. Há muitas realizações de artistas com síndrome de down, hoje, nas artes cênicas, na dança, nas artes plásticas, na música”, afirma Keyla.
O trabalho de Keyla, estudante de doutorado na Faculdade de Educação Física da Unicamp, que já havia atraído a imprensa de Campinas e região, chamou a atenção da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da Unicamp, que oferece espaço para a Escola de Dança no CIS Guanabara desde 2014. É neste espaço de troca de conhecimento, de processo criativo e realizações que Keyla e seus alunos comemoram vitórias conquistadas por meio da Cia. Humaniza.
Em 2015, Keyla foi convidada para presidir o CID Unesco em Campinas, dentro do qual criou a Universidade Aberta, projeto por meio do qual pretende reunir pessoas com ou sem deficiência em atividades artísticas. No lançamento, a Unesco credenciou três bailarinas da companhia, hoje apadrinhada pelo coreógrafo Carlinhos de Jesus. O desenvolvimento das atividades depende ainda de contribuição de profissionais da área, que atuem como instrutores e patrocínio. A Cia. Humaniza é coordenada por Keyla e Vicente Pironti.

fonte: http://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2017/03/17/jovens-dancarinos-celebram-neste-sabado-dia-internacional-da-sindrome-de-down

 

Melhor visualizado com resolução 1280X1024

© 2017 - Cis Guanabara / Preac / Unicamp