Inicial         |         Institucional         |         Equipe         |         Agendamento       |         Fale Conosco         |         Notícias


Campinas,  de 2018

CIS-Guanabara e Funarte abrem inscrições para Programa de Capacitação

 

Oficinas ocorrem nos dias 11 a 14 de setembro.

As inscrições são gratuitas

 

          O CIS-Guanabara e a Funarte (Fundação Nacional de Artes) estão com inscrições abertas para o Programa Funarte de Capacitação Técnica 2018. Ao todo, serão oferecidas no período de 11 a 14 de setembro, oito oficinas nas áreas de Artes Cênicas, Música e Artes Visuais. O Sesc-Campinas também oferece outras três oficinas nas mesmas áreas. Durante a programação, serão realizados no Centro Cultural Guanabara os seminários “Arte e Educação” e “História da Arte e História da Música”.
          Campinas é a quarta cidade do país a receber o programa. Para o sociólogo e diretor do CIS-Guanabara, Marcelo Rocco, “constituir essa parceria com a Funarte é mais do que reafirmar nosso compromisso como um instrumento público a serviço da cultura e das artes, é também o reconhecimento do trabalho como um Centro Cultural que está verdadeiramente em consonância com a sociedade”, afirma. Essas oficinas, segundo ele, são a oportunidade de colocar em contato intelectuais e realizadores com um público especializado, que busca nesta simbiose, a ampliação e atualização dos seus conhecimentos. Cabe lembrar que essas oficinas estão sendo realizadas em diferentes pontos do país e, no estado de São Paulo, os equipamentos escolhidos para sediá-las são o CIS-Guanabara e o Sesc-Campinas.

A Funarte realiza oficinas de artes cênicas, música e artes visuais em diferentes cidades do país. Em Campinas, ocorrem no CIS-Guanabara e no Sesc. (Fotos: Ademar Prado)


          As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 3 de setembro. A confirmação será feita no primeiro dia de cada oficina e, se houver desistências, o número de vagas poderá ser ampliado. A lista preliminar de inscritos será divulgada no dia 5 de setembro. Para assistir aos seminários, não é necessário se inscrever previamente. Basta chegar com antecedência e fazer a inscrição no dia e local do evento.
          A programação em Campinas contempla ainda realização de dois seminários, ambos no CIS-Guanabara. No dia 12 de setembro, às 19h00, será realizado o seminário “Arte e Educação”. Participam do evento o educador, instrumentista e produtor musical Rodrigo Portela; a artista visual e professora Renata Felinto, o professor da Unicamp Carlos Miranda e Anna Carolina Vieira Santos, contemplada no Prêmio Funarte Arte e Educação 2018. No dia 13, acontece o seminário “História da Arte e História da Música”. O pró-reitor de Extensão e Cultura da Unicamp, docente do Instituto de Artes e músico Fernando Hashimoto, e a historiadora, pesquisadora e dançarina Maria Eugênia vão falar sobre a história da música. A artista visual e professora Cláudia Fazzolari focaliza a história da arte.
          O Programa Funarte de Capacitação Técnica 2018 realiza, até dezembro, 77 oficinas e 14 seminários em sete cidades do país. A meta é capacitar cerca de três mil pessoas. A programação teve início em julho em Goiânia (GO). Depois, seguiu para Londrina (PR) – de 14 a 17 de agosto; e agora chega a Campina Grande (PB) – de 28 a 31 de agosto; e Campinas (SP) – de 11 a 14 de setembro. As próximas etapas do programa serão em Belém (PA) – de 25 a 28 de setembro; Fortaleza (CE) – de 6 a 9 de novembro; e Rio de Janeiro (RJ) – de 11 a 14 de dezembro.
          Para a etapa Campinas, Funarte, CIS-Guanabara e Sesc oferecem as seguintes oficinas:
 
 

  • ARTES CÊNICAS

 

O Corpo em Cena: Dinâmicas da Fala e Conexões Corpo-Espaço
Com Regina Miranda – 20 vagas
11 a 14 de setembro, das 9h às 14h – Local: Sesc -Campinas

A oficina aborda a cena como lugar de relação e criação de lugar. Orienta práticas de improvisação que trabalham o trânsito entre quietude ativa e projeções espaciais sem limites. Será ministrada pela diretora teatral, coreógrafa e gestora cultural Regina Miranda.

Inscrições (clique aqui)

 

Aprimoramento vocal do ator
Com Rose Gonçalves – 20 vagas
11 a 14 de setembro, das 9h às 14h – Local: Sesc -Campinas

A oficina inicia com uma análise vocal individual dos participantes. O objetivo é fazê-los compreender a importância do trabalho vocal e da atitude corporal. Rose Gonçalves é fonoaudióloga e professora, especialista em voz e mestre em Ciência da Motricidade Humana.

Inscrições (clique aqui)

 

Direção cênica
Com Guti Fraga – 20 vagas
11 a 14 de setembro, das 9h às 14h – Local: CIS-Guanabara

A oficina trata do que é específico da atividade teatral, ou seja, o surgimento da função do encenador, a análise de texto, tipos de palco, composição cênica, direção do ator e preparação do ensaio – através de aulas práticas, exercícios, jogos individuais, em dupla e grupo, improvisações livres e dirigidas. Guti Fraga é ator, diretor e fundador do Grupo Nós do Morro.

Inscrições (clique aqui)

 

Iluminação cênica
Com Luiz Fernando Lobo – 20 vagas
11 a 14 de setembro, das 14h às 19h – Local: Sesc -Campinas

A oficina apresenta um breve histórico da iluminação cênica: Appia, Craig e Wagner; os reformadores da cena e a iluminação. E também, os tipos de refletores e seus usos; o mapa de luz e memorial de luz; a roteirização e a função cênica da luz; a relação entre luz, cenografia, figurino e direção. Luiz Fernando Lobo é dramaturgo, ator e professor de interpretação.

Inscrições (clique aqui)

 

Composição coreográfica
Com Regina Sauer – 20 vagas
11 a 14 de setembro, das 14h às 19h – Local: CIS-Guanabara

A oficina analisa os principais conceitos da dança, modalidades, qualidade do movimento, tipos de teatro e adequação da coreografia. Aprofunda os conceitos através de exercícios de criação com temas específicos e faz a correlação dos temas tratados numa amostragem, em vídeo, com exemplos de criações coreográficas de diversas modalidades para diferentes espaços. Regina Sauer é bailarina, coreógrafa, diretora e produtora.

Inscrições (clique aqui)

 

 

  • MÚSICA

 

Gestão cultural
Com Maria Helena Cunha – 40 vagas
11 a 14 de setembro, das 9h às 14h
– Local: CIS-Guanabara

O curso aborda uma discussão sobre as possibilidades da gestão cultural da atualidade e a especificidade da área da música. Como ser gestor de sua própria carreira ou do seu grupo? Qual o limiar entre a atuação do artista e do gestor? Como ser gestor cultural no Brasil e quais são seus principais desafios? São questões importantes para entender a área cultural a partir da vivência cotidiana.
Maria Helena Cunha 
é gestora cultural, consultora, pesquisadora, mestre em Educação pela FAE/UFMG.

Inscrições (clique aqui)

 

História da música brasileira
Com Maria Eugênia – 40 vagas
11 a 14 de setembro, das 9h às 14h
– Local: CIS-Guanabara

A oficina percorre a história da música brasileira desde o início, dos primeiros compositores do período colonial, até os dias de hoje, passando pelos ritmos e gêneros da nossa diversidade musical. Maria Eugenia é historiadora, pesquisadora e dançarina.

Inscrições (clique aqui)

 

Trilha sonora
Com Alexandre de Faria – 40 vagas
11 a 14 de setembro, das 14h às 19h
– Local: CIS-Guanabara

A oficina investiga a música no audiovisual, sua história, os aspectos perceptivos, o processo de criação, aspectos da produção e dicas para músicos que querem entrar nesse mercado. Alexandre de Faria é músico e compositor. Bacharel em música pela UNIRIO e mestre em composição pela King’s College London.

Inscrições (clique aqui)

 

  • ARTES VISUAIS

 

Performar a vida: arte como estratégia de existência
Com Renata Felinto – 20 vagas
11 a 14 de setembro, das 9h às 14h
– Local: CIS-Guanabara

A oficina visa apresentar a produção de arte na linguagem de performance por artistas visuais que têm abordado suas próprias biografias como história para, a partir de si, tratar de uma história do mundo e, por fim, das histórias incorporadas que são as que se alinham às suas narrativas. A atividade é teórico-prática e finaliza com o exercício criativo do trabalho de arte. Renata Felinto é artista visual e professora adjunta de Teoria da Arte na Universidade Regional do Cariri (CE).

Inscrições (clique aqui)

 

Processos criativos de arte na educação
Com Bené Fonteles – 20 vagas
11 a 14 de setembro de 14h às 19h
– Local: CIS-Guanabara

O curso tem como objetivo despertar e provocar reflexões e atritos criativos entre os participantes, já que arte é transgressão e transcendência da realidade, e educação é se educar enquanto se dá a informação como facilitação de aprendizados. Os conteúdos são abordados a partir das perspectivas de Anísio Teixeira, Paulo Freire, Darcy Ribeiro e Augusto Boal. Bené Fonteles é artista plástico e gráfico, curador, escritor e compositor.

Inscrições (clique aqui)

 

Destino Eldorado, um compartilhar
Com Armando Queiroz – 20 vagas
11 a 14 de setembro, das 14h às 19h
– Local: CIS-Guanabara

Esta oficina busca o compartilhar de experiências, em que a interação com o outro faz-se presente e necessária. Um pequeno gesto de escuta, um respiro para sentar, ouvir e falar. A palavra transforma-se em imagem e guia de construção poética, desaguando nas mais variadas manifestações da arte. Armando Queiroz é artista visual e técnico em museu.

Inscrições (clique aqui)

 

          O Programa Funarte de Capacitação Técnica 2018, no CIS-Guanabara, tem a coordenação da agente cultural Elizabeth Aparecida Piva da Silva Oliveira. A atividade tem o apoio da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC), da Unicamp. O CIS-Guanabara fica à Rua Mário Siqueira, 829, Botafogo (estacionamento gratuito no local). O Sesc-Campinas fica à Rua Dom José I, 270/333, Bonfim. Mais informações sobre esse programa de capacitação pelo link

http://www.funarte.gov.br/artes-integradas/funarte-realiza-em-campinas-oficinas-gratuitas-de-artes-cenicas-musica-e-artes-visuais/ 
 

Melhor visualizado com resolução 1280X1024

© 2018 - Cis Guanabara / Preac / Unicamp